BECKETT

texto + imagem A. Rafael da Silva

a família vem por este meio comunicar o falecimento
desconhece-se a causa, é facto, e o efeito
estamos inconsoláveis
todos sabemos como era especial, de corrida.
vemo-nos perante a circunstância forçados a prestar a derradeira
mas, ainda assim, continuamos sem compreender

os buracos negros
ou por que motivo há quem o defenda 
digo, que se deve insistir.

no horizonte do fenómeno
um buraco negro
perfil de frémito sabotado

pingam tiros do céu

pum pum pum pum pum

há que apressar
Malone está a morrer
Malone vai morrer
a morrer está
e se decide pode, não pode?
Malone pode morrer?

Malone está a decidir
se morre.

podem parar com os foguetes?


com o pau prolonga o braço
explode baço de ideias, o andamento
com um pau tenta acicatar
o choro diacrónico dos outros, mais que isso

o coração mole, morredouro, andante
que subsiste no peito do chupador de pedras


Linkedin | Instagram

© 2021 A. Rafael da Silva - Todos os Direitos Reservados