ESTÁ TUDO BEM?

texto + imagem A. Rafael da Silva
Do caminho sibilino, solitário, prende-se o nome
aprende-se a amarrar e a soltar o vento
uma linguagem nova deixo que voe
traçando rotas que me atravessam
que te procuram, que esquecem tudo, o resto
Do caminho sibilino, solitário, não sobram líquidos
tudo se gasta, tudo se festeja, tudo se unifica
o coração cai sobre  a largura da Terra, a morte ri da vida
a vida ri de tudo
não me ocorre a fome, a sede, o cansaço dos pés,
tudo o que preciso está ao longo do caminho
as árvores, os insectos, a água, a bruma, os pássaros
este ir e vir, o vento, a inclinação, os minerais, a tua boca a perguntar
- Está tudo bem?


Linkedin | Instagram

© 2021 A. Rafael da Silva - Todos os Direitos Reservados